A SEMANA AGORA

Prefeitura de Cuiab | Prefeito determina conserto de ‘reforma’ entregue no ltimo dia da interveno do Estado; banheiros esto sem portas, USF j alagou e registra falta de remdios

janeiro 4, 2024 | by asemanaagora.com.br

Telhas antigas pintadas, goteira na sala dos medicamentos. Isso sem contar que o ‘abastecimento’ de remédios se resume a uma mínima quantidade. Como exemplo prático, a unidade dispõe de apenas uma única caixa de Histamin (antialérgico) e outras quatro do medicamento Ácido Tranexâmico (usado para conter hemorragias). Na pressa de entregar uma ‘suposta’ reforma da UBS Ouro Fino/Serra Dourada, o gabinete de intervenção do Estado esqueceu das tomadas na sala que seria utilizada pelos agentes de endemias. Vale esclarecer que a sala só conta com as paredes e nenhum computador, o que torna o espaço sem uso. 

Outro detalhe interessante: o banheiro só tem três buracos no chão e nenhum sanitário ou porta. Já o banheiro destinado ao PCD conta com um detalhe ainda mais peculiar, uma cadeira de rodas não passa na porta. De um total de cinco banheiros, apenas um está em ‘regular’ funcionamento.  

A descrição acima é da Unidade de Saúde da Família (USF) Ouro Fino/Serra Dourada. O espaço, que também alagou dois dias após sua entrega oficial pelo gabinete de intervenção do Estado em 31 de dezembro, foi vistoriado na manhã desta quinta-feira (4) pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, que já determinou a resolução das demandas. A gestão da saúde municipal foi retomada no dia 1º de janeiro de 2024.

“A descrição acima é a comprovação de um serviço feito às pressas e que serviu apenas para entrar nas estatísticas de obras mal feitas pelo gabinete de intervenção do Governo do Estado na saúde pública”, declarou o prefeito.

 Os funcionários relataram a dificuldade para atender a população, pois na sala de vacinação não foram disponibilizados materiais básicos para o procedimento, como cadeira especial para acomodar os pacientes na hora do atendimento, mesa auxiliar, e nem mesmo macas para realizar consultas e exames.

Outra preocupação dos servidores da unidade, é a má conservação de medicamentos e vacinas já que a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é para que os  insumos sejam  mantidos em salas refrigeradas. No  entanto, nem a farmácia da USF ou sala de vacinas possuem climatização adequada. 

O chefe do Executivo Municipal declarou ainda que está insatisfeito e muito preocupado com a real situação encontrada, se tratar de uma judiação e falta de respeito com a população usuária do Sistema Único de Saúde – SUS, além dos gastos com o dinheiro público. “Mas isso são águas passadas, todas essas irregularidades estão sendo denunciadas e os órgãos de controle, a Justiça irão investigar. Eu não tenho que ficar aqui falando do que passou. Eu tenho é que ser prefeito da capital e dar solução aos problemas que afligem a população cuiabana”, ressaltou.

Diante desse cenário, o prefeito anunciou uma força-tarefa para corrigir os problemas e entregar uma obra de qualidade, que atenda às necessidades da comunidade. As irregularidades estão sendo denunciadas, e os órgãos de controle e a justiça serão acionados para investigação. O prefeito enfatizou a necessidade de focar em soluções e superar os desafios para oferecer um serviço de saúde eficiente e de excelência à população cuiabana.

“Apesar das péssimas condições do local, vamos fazer o melhor e o possível para atender aos usuários. A população não tem culpa”, afirmou a técnica de enfermagem, Elizabeth Bezerra Hossaki.

“Além dos prejuízos materiais, a estrutura da unidade demonstrou incapacidade de resistir às chuvas, comprometendo gravemente a prestação de serviços de saúde à população. Cidadãos que esperavam encontrar um local digno e seguro para receber atendimento de qualidade se veem desamparados em meio a um desastre causado”, finalizou o prefeito.

Na última terça-feira (02), um vídeo publicado no Instagram mostrou a unidade alagada após a ocorrência da chuva, gerando indignação e críticas.

RELATED POSTS

View all

view all