A SEMANA AGORA

Ex-aluno de Arquitetura tem trabalho de conclusão de curso premiado  – IFSP

janeiro 18, 2024 | by asemanaagora.com.br

William se formou em 2022 e faz planos para voltar ao IFSP como docente 

William de Assis da Silva completou a graduação em Arquitetura e Urbanismo no Campus São Paulo no fim de 2022, mas continua colhendo os frutos das pesquisas desenvolvidas no IFSP. Seu trabalho de conclusão de curso (TCC) foi o vencedor do 7º Prêmio Rosa Kliass, do Concurso Universitário Nacional de Arquitetura da Paisagem da Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas. A banca avaliadora do concurso julgou o trabalho como “desafiador e pertinente”.  

Com orientação da professora Ana Carolina Carmona Ribeiro, o trabalho “Modernismo revisitado: uma proposta paisagística para a Fazenda Capuava de Flávio de Carvalho” avalia a fazenda construída em Valinhos, interior paulista, na década de 1930, caracterizada como uma das poucas obras edificadas do arquiteto e artista paulista que viveu entre 1899 e 1973.  

A fazenda é reconhecida por sua sede de arquitetura modernista, tombada como bem de valor histórico-cultural pelo CONDEPHAAT em 1982, e por seu jardim modernista, que dialoga com o primitivismo, o surrealismo, o expressionismo e a noção de brasilidade. Nas últimas décadas, o conjunto casa-jardim enfrenta uma precária condição de preservação. A área hoje encontra-se ameaçada pelo mercado imobiliário local e pela implantação de condomínios residenciais de alto padrão.  

Diante desse cenário, William propõe uma intervenção paisagística que considera a intenção original de transformar a residência em Museu Flávio de Carvalho. Inspirada em conceitos como “museu vivo” e “jardim de experimentação”, a proposta busca ressignificar o passado, rompendo com ideias tradicionais de jardim e museu.  

William durante viagem à Coreia do SulWilliam afirma que receber a premiação, no último mês de dezembro, “é uma realização profissional e acadêmica” e destaca o curso do IFSP nessa conquista: “Isso reflete a qualidade e dedicação de toda a comunidade acadêmica do curso, com destaque para o comprometimento com a Arquitetura Paisagística, área muitas vezes negligenciada em outras instituições e no meio profissional. Espero que essa conquista inspire os alunos a se envolverem mais em projetos de conclusão de curso relacionados ao paisagismo e a participarem ativamente do prêmio nas próximas edições.” 

O ex-aluno também elogia o apoio da professora Ana Carmona, que orientou seu TCC. Ela, por sua, vez aponta que a premiação é resultado de um trabalho de vários anos de William, que começou com uma pesquisa de Iniciação Científica sobre o Flávio de Carvalho e continuou no TCC.  

A passagem de William pelo IFSP foi intensa e marcada por grandes conquistas. Ele participou de projeto de extensão e de iniciação científica, de colegiado de curso e até de um workshop internacional na Coreia do Sul, o congresso da Federação Internacional de Arquitetos Paisagistas (IFLA), no fim de agosto de 2022. Saiba mais aqui 

Apesar de ex-aluno, William não cortou suas relações com o IFSP. Além de continuar desenvolvendo pesquisa com a professora Ana Carmona, ele planeja voltar à Instituição para lecionar. “Minha experiência no IFSP foi transformadora. As oportunidades de pesquisa acadêmica, a participação em projetos de extensão, os debates em sala de aula e a proximidade com os professores foram fontes constantes de motivação”, revela. Durante o curso, o estudante começou a estagiar em um escritório de paisagismo, sua área predileta dentro da Arquitetura. Seus planos futuros incluem ingressar no mestrado e ampliar a experiência profissional nos diversos caminhos que o paisagismo abrange. “Almejo, no futuro, atuar como docente, possivelmente no próprio IFSP.” 

10 anos de Arquitetura e Urbanismo 

Em 2024, o curso de Arquitetura e Urbanismo do Campus São Paulo completa dez anos. Ele é o único oferecido por meio do Sistema de Seleção Unificada, o Sisu (cujas inscrições estarão abertas de 22 a 25 de janeiro), no estado de São Paulo, onde apenas duas instituições oferecem o curso gratuitamente: o IFSP e a USP. 

Entre os números que tornam o curso grandioso estão a conquista da nota máxima (5) no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e a maior concorrência entre todos os cursos oferecidos pelo Sisu em todo o Brasil por anos.  

Turma de Arquitetura e Urbanismo durante congresso em 2019, em Brasília

 

Como um dos diferenciais do IFSP, Ana Carmona relata que hoje o curso conta com uma grade de sete disciplinas, entre teóricas e práticas, ligadas à Arquitetura da Paisagem, “o que proporciona aos nossos alunos uma boa fundamentação e a capacidade de se formarem como profissionais competentes e também críticos, que entendem a função social da paisagem e do paisagista”. 

Em entrevista anterior, o coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo do IFSP, Alexandre Kenchian, exaltou a troca de experiência entre os alunos de Arquitetura e de outras áreas da construção civil em diversos espaços, entre eles nos laboratórios de Computação Gráfica, Maquetaria e Modelagem, Topografia, Desenho Ambiental e Segurança do Trabalho, Prática de Canteiro Experimental, Instalações Elétricas e Hidráulicas, Estruturas, Tecnologia, Construção Seca, Materiais de Construção Civil — concreto e solos, de Informática e na sala de Desenho e Ateliês de Projeto.  

No IFSP, os estudantes têm a oportunidade de conhecer e trabalhar com problemas reais da sociedade por meio de visitas técnicas, palestras e projetos de extensão. Um deles é o projeto Ático — Assessoria Técnica de Interesse a Comunidades Organizadas, realizado em caráter permanente. Por meio desse projeto, os alunos bolsistas oferecem assessoria técnica a entidades, fundações, associações e organizações não governamentais. Saiba mais aqui 

RELATED POSTS

View all

view all