A SEMANA AGORA

Preservação do Rio Formoso recebe reforço com criação de grupo para propor soluções ambientais – Prefeitura Municipal de Bonito

janeiro 19, 2024 | by asemanaagora.com.br

Para elaborar propostas e projetos para a recuperação, proteção e uso sustentável da Bacia do Rio Formoso, o Grupo de Trabalho Interinstitucional criado pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, com participação de diversas instituições como Prefeitura de Bonito, Sanesul, MS Pantanal, vai identificar e propor soluções de preservação ambiental do curso d’água localizado em Bonito.

O governador Eduardo Riedel participou da primeira reunião do grupo, realizada nesta quinta-feira (18), e pontuou sobre a responsabilidade do Estado em estabelecer e colocar em prática, ações de preservação ambiental em Bonito, com foco no Rio Formoso.

“Bonito é um patrimônio do Brasil, e do mundo. E isso nos impõe uma responsabilidade muito grande. A gente precisa criar mecanismos e buscar soluções. Este grupo de trabalho é importante, no sentido de estabelecer um cronograma de ações e prazos. Precisamos e devemos dar esse retorno para Bonito, que é representativo e um ícone de todo o potencial turístico e de preservação que temos no Estado”, disse Riedel.

O secretário de Meio Ambiente de Bonito, Thyago Sabino, participou da reunião acompanhado dos secretários de Governo, Jary Neto, e de Obras, Beto Busanello, e pontou sobre a importância da criação do grupo. “O objetivo é juntar todas as instituições que lidam com as frentes de dificuldade ambiental, em todos os eixos, seja Prefeitura, Sanesul, MS Pantanal, Governo do Estado, para traçar um plano de ação, com prazos determinados, para organizar e estabelecer a ordem ambiental de Bonito. Em levantamentos iniciais percebemos que várias frentes precisam ser atacadas fortemente, porém com investimentos altos, que o município por si só não dá conta e a formação deste grupo, com toda a força política e econômica que terá, vai nos ajudar a traçar um plano efetivo e multifatorial, atacando todas as frentes para garantir a preservação ambiental do Rio Formoso”, detalha.

Com demandas específicas relacionadas ao meio ambiente, Bonito é considerada a capital do ecoturismo do Estado e um dos melhores destinos do Brasil. Com investimentos e apoio do Governo do Estado, o município registrou recordes em 2023. Foram mais de 313,3 mil turistas e 909,6 mil visitantes aos atrativos do município.

O relatório do OTEB (Observatório do Turismo e Eventos de Bonito), coordenado pelo Bonito Convention e Visitors Bureau, divulgado na semana passada, apontou que em 2023, o município teve o melhor público desde 2015.

O Governo do Estado está atento e mantém atuação constante nas questões relacionadas a preservação ambiental no município. Por isso o grupo de trabalho tem a responsabilidade de melhorar a conservação ambiental, propor plano de ação e projeto de execução.

“Este grupo específico é para que a gente possa ter ações efetivas, práticas e de curto prazo, em relação a situação do Rio Formoso. Obviamente nós já temos um conjunto de ações para toda a bacia e os outros municípios, Bodoque e Jardim, além de Bonito. O nosso objetivo é construir soluções, do Governo junto com a prefeitura”, disse o secretário Jaime Verruck, da Semadesc (Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação).

Foto: Divulgação

A criação do grupo foi formalizada em dezembro de 2023, e levou em consideração o crescimento do município de Bonito, bem como o aumento expressivo no número de visitantes nos últimos anos, além da necessidade de desenvolver ações que permitam o desenvolvimento sustentável, preservando as belezas naturais e a qualidade de vida da população.

O grupo tem prazo de 120 dias para apresentação das propostas de ação para recuperação, proteção e uso sustentável do Rio Formoso, que é um dos principais rios de Bonito e considerado um dos rios de maior beleza cênica do mundo.

Com informações de Governo de MS
Fotos: Saul Schramm

RELATED POSTS

View all

view all