A SEMANA AGORA

Prefeitura de Cuiab | Primeira-dama faz alerta para importncia da preveno sade mental feminina

janeiro 22, 2024 | by asemanaagora.com.br

A primeira-dama Márcia Pinheiro, por meio do Núcleo de Apoio à Primeira-dama, em parceria com a Secretaria Municipal da Mulher, faz um alerta sobre os cuidados preventivos com a saúde mental, especialmente para a população feminina.

Durante o mês de janeiro (Janeiro Branco), campanhas nacionais de conscientização são realizadas para prevenir doenças relacionadas ao estresse, como ansiedade, depressão e pânico.

De acordo com Márcia, estudos comprovam que as oscilações hormonais e fatores socioculturais tornam as mulheres mais suscetíveis a questões de saúde mental.

“Como mulheres, lidamos com diversos papéis e expectativas sociais, como família, trabalho, estudos, e tudo isso resulta em impactos na saúde emocional e mental. Portanto, é necessário prestar mais atenção aos sinais do nosso corpo para manter o bem-estar”, destacou.

A desigualdade de gênero e a discriminação também têm afetado a saúde mental das mulheres. Estereótipos de gênero, disparidades salariais, falta de representação política e limitações de acesso a oportunidades podem levar a sentimentos de desvalorização, baixa autoestima e angústia psicológica.

A psicóloga do Espaço de Acolhimento da Mulher, Malu Nascimento, que oferece suporte institucional a mulheres vítimas de violência de gênero e doméstica, orienta sobre as precauções necessárias para o bem-estar emocional e mental.

“Os cuidados envolvem esferas físicas, sociais, emocionais e espirituais. Manter uma alimentação balanceada, dormir bem, praticar atividade física e dedicar tempo ao lazer que proporciona prazer. O cuidado com a parte espiritual é extremamente importante. Buscar vivenciar a espiritualidade traz benefícios à saúde como um todo”, enfatizou.

Vítimas de violência doméstica têm acesso ao cuidado com a saúde mental no Espaço de Acolhimento da Mulher, no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), que oferece atendimento psicológico e psiquiátrico para mulheres em busca de apoio e saída do ciclo de violência doméstica.

Projetos como a “Roda de Auto Amor”, realizado mensalmente com vítimas de violência familiar, proporcionam trocas de experiências e histórias, abordando temas como autoestima, fortalecimento emocional e superação de traumas.

“Essas mulheres passam por sofrimentos tão semelhantes, resultando em uma troca de vivências de forma terapêutica”, explicou.

Janeiro Branco, uma campanha criada em 2014 em Minas Gerais pelo psicólogo Leonardo Abrahão, destaca-se como um movimento nacional que busca conscientizar a população sobre a importância da saúde mental. A campanha envolve colaboradores em diversas cidades do país e promove atividades como palestras e debates sobre o tema.

RELATED POSTS

View all

view all