A SEMANA AGORA

Saúde mental é tema de ações em unidades da SAS – CGNotícias

janeiro 24, 2024 | by asemanaagora.com.br

A Campanha Janeiro Branco está movimentando as unidades da Rede de Assistência Social por meio de palestras, rodas de conversas, dinâmicas e orientações sobre a temática. O objetivo é levar informação sobre causas e prevenção dos transtornos mentais.

A campanha chama atenção para o primeiro mês do ano, informando a população e os usuários sobre a importância de priorizar os cuidados com a saúde emocional. Pensando nisso, ao longo do mês, as unidades de Cras estão promovendo ações voltadas à temática.

O Cras Vida Nova, por exemplo, recebeu cerca de 500 famílias da região para a ação “Janeiro Branco” que convidou o público a refletir sobre a importância da prevenção da saúde emocional. A equipe técnica da unidade apresentou dicas sobre como identificar os sinais de estresse, ansiedade, depressão e transtornos, além da palestra ministrada pela psicóloga da unidade, Simone Lins Lacerda de Barros.

Segundo a psicóloga, a palestra abordou a importância de aprender a lidar com as situações adversas do dia a dia, identificar os momentos difíceis e saber pedir ajuda, além de manter em dia a prática de atividades físicas e incluir na rotina tempo de qualidade.

“A palestra teve uma ótima aceitação da comunidade, foi de muita relevância para chamar atenção a um tema que ainda carrega muitos preconceitos que é a saúde mental e emocional. Devemos nos cuidar o ano todo, porém, janeiro é perfeito para enfatizar que devemos estar motivados a começar um novo ciclo”, afirmou.

Para a coordenadora da unidade, Adriana Nascimento, a ação Janeiro Branco traz um alerta para a sociedade. Segundo ela, a unidade pretende levar informação aos servidores, às famílias e usuários da região, através do trabalho e dedicação desempenhados pela equipe técnica.

“A saúde mental e emocional necessita de uma atenção especial, estamos trazendo para as famílias que passam pelo Cras Vida Nova, ações que incentivam os cuidados relacionados à mente, mostrando a importância de ter qualidade de vida. O primeiro passo é saber que identificar os sinais é o começo para a prevenção, lembrando que o bem-estar dos servidores é tão importante quanto, a dos usuários”, disse a coordenadora.

Dona Maria Alice Monteiro, de 69 anos, participa do SCFV do Cras Vida Nova. A idosa, que faz tratamento para depressão há 12 anos, enalteceu a palestra oferecida para a comunidade. Ela também falou sobre a mudança de vida após começar a participar das atividades da unidade.

“A palestra sobre os cuidados com a mente foi maravilhosa, precisamos aprender a cuidar das emoções e eu só tenho a agradecer a toda equipe. Passei por um processo difícil, fui casada há 51 anos e quando meu esposo faleceu fiquei muito mal. Havia dias que não conseguia sair do meu quarto, posso dizer que minha vida mudou depois que conheci o Cras, não perco as atividades e tive uma ressignificação de vida”, disse.

Lúdico

No Cras Anhanduí, as atividades foram voltadas para as crianças e adolescentes de seis a 17 anos que frequentam o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Para levar informações sobre a saúde mental e emocional, a unidade promoveu rodas de conversas, dinâmicas e brincadeiras para conscientizar os usuários sobre a importância do tema.

A coordenadora da unidade, Noemia Leone, ressaltou a importância dos cuidados com a saúde emocional e afirmou que as atividades realizadas refletem diretamente no bem-estar emocional e físico das crianças.

“Foi muito positivo, entre as diversas atividades aplicadas às crianças participaram do jogo das emoções e puderam verbalizar sentimentos que fazem parte do seu dia a dia. O nosso foco foi promover reflexão e renovação de ações e pensamentos, melhorando a qualidade de vida não só dos usuários, mas também dos familiares”, finalizou Noemia.

 

RELATED POSTS

View all

view all