A SEMANA AGORA

Prefeitura de Cuiab | Centro de Zoonoses leva orientao a canteiros de obras

janeiro 25, 2024 | by asemanaagora.com.br

Com as chuvas e o calor naturalmente garantidos, cabe à população agir para que o mosquito da dengue não encontre em terrenos e utensílios os lugares ideais para instalar novos criadouros. Promovendo informação, o Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de Cuiabá fortalece as ações de combate ao Aedes aegypti em visitas a empresas e instituições. Esta semana, agentes de endemias visitaram canteiros de obras da MRV em ação educativa junto a mais de 150 trabalhadores da construção civil. 

O alerta é essencial a toda a sociedade: somente em 2023, foram registrados mais de 28 mil prováveis casos de dengue em Mato Grosso e 21 pessoas morreram. Um pequeno mosquito, transmissor de uma doença tropical que gera números alarmantes. Em todo o Brasil, foram 1.094 mortes no ano passado, em meio a um universo de 1,6 milhão de casos, segundo o Ministério da Saúde. 

Vanderjúnior de Arruda Prado, 26 anos, conhece os sintomas e afirma já ter sido acometido pela dengue duas vezes. “Tive febre alta, dor no corpo e na cabeça, procurei atendimento e então descobri que era dengue”. O auxiliar de almoxarifado lembra que mesmo com o rígido cuidado com a limpeza do quintal de casa, feita por ele e pelo avô regularmente, não escapou da mira do mosquito. 

Atento às orientações da equipe do Centro de Zoonoses, o trabalhador ajudou na mobilização feita na área de um dos condomínios em construção, realizada após palestra, com o objetivo de identificar e combater possíveis criadouros. “Identificamos pontos que, com a época de chuva, podem vir a se tornar foco do mosquito. Orientamos quanto ao manejo de lonas e outras estruturas que podem acumular água e passar despercebidos no dia a dia de intensa movimentação que é o de um canteiro de obras”, explica Hélio Simião, agente de endemias. 

Simião lembra que 10 minutinhos na semana são suficientes para uma varredura nos quintais e pátios, seja em casa, no trabalho ou na escola, por exemplo. O importante é que a comunidade esteja engajada para barrar a proliferação do mosquito.  Orientação muito bem recebida nos canteiros da MRV, que passam a contar com vistoria semanal em Cuiabá e Várzea Grande. 

“Temos nos preocupado cada vez mais com o bem-estar dos colaboradores e toda a comunidade do entorno dos condomínios também. A parceria com o Centro de Controle de Zoonoses reforça cuidados que impactarão positivamente em vários bairros e chegam até os quintais das casas de cada trabalhador. Essa corrente pela saúde precisa ser fortalecida por mais e mais pessoas”, observa Luiz Souto, engenheiro de segurança do trabalho da MRV.

Doenças e informação – Chikungunya e Zika também são doenças virais transmitidas pela picada do mosquito Aedes aegypti. Sinais, sintomas e saber como diferenciar cada tipo são abordagens feitas pelos profissionais da Prefeitura de Cuiabá, que reforçaram a importância de se buscar atendimento médico.

Para saber mais sobre sintomas e formas de se proteger, acesse.

RELATED POSTS

View all

view all