A SEMANA AGORA

“Hoje eu posso dizer que a casa é minha”, comemora primeira contemplada com quitação integral de imóvel pela Prefeitura – CGNotícias

fevereiro 6, 2024 | by asemanaagora.com.br

Em ação inédita, a Prefeitura de Campo Grande, através da Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Emha), entregou na manhã desta terça-feira, dia 06, o certificado de quitação para a primeira sorteada com a quitação integral do imovél pelo Programa Casa em Dia em 2024.

Sancionada pela prefeita Adriane Lopes em julho do ano passado, a Lei Complementar n. 491/2023 permite que a Emha realize anualmente, um sorteio de 24 contratos por ano para recebimento de quitações. São sorteadas 6 quitações de 100% do contrato de financiamento, 6 quitações parciais de 70% e 12 quitações parciais de 50%.

“Essa certidão é o sonho de muitas famílias da nossa cidade, uma conquista de quem paga em dia e honra seus compromissos, que também possibilita que esse e outros projetos atendam e realizem os sonhos de outras famílias contempladas pelos investimentos da habitação”, ressalta a prefeita Adriane Lopes.

Emocionada, a moradora do bairro São Conrado, Joelma Bobadilha, 44 anos, contou que o dinheiro que seria utilizado para pagar as próximas 187 parcelas do imóvel será utilizado para realizar os sonhos de melhoria em casa. “Nem consigo acreditar, agora vou conseguir terminar as obras aqui de casa, é um sonho realizado, agora posso dizer para todo mundo que a casa é minha mesmo”, comemorou.

Durante o encontro, Joelma contou que a casa onde mora desde 2007 foi adquirida a partir do sonho de sua filha Débora Priscila, que hoje tem 26 anos. “Eu morava em dois cômodos nos fundos da casa da minha mãe com a Débora ainda pequena e um dia ela chegou em mim e falou ‘mãe eu queria que a gente morresse em uma casa com tudo’ e eu prometi que iria dar, depois disso comecei a pensar um jeito de conseguir”, contou.

Após as reformas de expansão, a casa hoje conta com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e os planos de melhorias são muitos. “Hoje moramos, eu, meu companheiro e meu filho João de 11 anos, começamos a fazer uma edícula no fundo, pois minha filha casou e vive de aluguel, queríamos que ela viesse para cá, agora com o dinheiro das parcelas sobrando vou investir na obra que estamos mexendo faz três anos”, finalizou emocionada.

Para o diretor-adjunto da Emha, Claudio Marques, essa ação não apenas alivia o peso financeiro das famílias, mas também fortalece os laços comunitários e promove a inclusão social, dando esperança e oportunidades para mais pessoas alcançarem o sonho da casa própria.

“Estamos muito felizes. É com grande satisfação que testemunho a entrega deste certificado de quitação integral. Ainda temos 23 contemplados para visitar nos próximos dias. Esta iniciativa reflete o compromisso da gestão em promover a estabilidade e o bem-estar dos cidadãos, além de incentivar nossos mutuários a ficarem adimplentes com seus contratos. A partir disso, conseguimos reinvestir o valor dessas parcelas em novos programas de habitação, atendendo o sonho da casa própria de mais famílias”, finalizou o diretor-adjunto.

RELATED POSTS

View all

view all