A SEMANA AGORA

Prefeitura remove sete estruturas ilegais no bairro de Benfica – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

fevereiro 6, 2024 | by asemanaagora.com.br

Agentes da Ordem Pública fazem ação em Benfica – Divulgação / Seop

A Secretaria de Ordem Pública, em conjunto com a Subprefeitura do Centro, demoliu nesta terça-feira (06/02), em Benfica, sete estruturas precárias utilizadas por pessoas em situação de rua. Feitas de madeira, tapume e lona, as construções estavam ilegalmente na calçada, impedindo a circulação dos pedestres e obrigando as pessoas a andarem na mesma via dos veículos. Em outra ação da secretaria, desta vez em São Conrado, mais uma estrutura irregular e em condições precárias, onde funcionava uma oficina de consertos, foi demolida.

– Essas são operações fundamentais que a Secretaria de Ordem Pública vem realizando diariamente para desobstruir o espaço público. Em um desses locais havia água acumulada e focos de mosquito da dengue. Além de ser um grande problema de saúde pública, é também um problema de ordem pública. Então, nós vamos atuar para desobstruir o espaço público, e recuperar o espaço para o cidadão carioca e para ordenar a cidade – enfatiza o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Durante a operação, um reservatório de água utilizado para lava jato foi removido. Ao todo, 17 toneladas de lixo foram retiradas pela equipe da Comlurb. Os agentes limparam uma área de aproximadamente 200 m² da Rua Couto de Magalhães. Um serrote e uma tesoura foram apreendidos.

– Estamos comprometidos em restaurar a ordem na Rua Couto de Magalhães e impedir que se torne uma área de ocupações informais. Nossas equipes têm agido diariamente com medidas de ordenamento urbano para preservar esse espaço, garantindo segurança e qualidade de vida para os moradores e comerciantes legais dessa região – comenta o subprefeito do Centro, Alberto Szafran.

Numa outra ação da secretaria, desta vez em São Conrado e em conjunto com a Subprefeitura da Zona Sul, uma estrutura irregular e em condições precárias, que funcionava como oficina de consertos de eletro/eletrônicos, foi demolida na Avenida Niemeyer. A construção, um antigo barracão de uma construtora que havia feito obras no local, tinha sido invadida. Ela media aproximadamente 20 m², e os agentes flagraram muito lixo, resto de móveis, louças e metais. A área da construção ilegal é de preservação ambiental, e o local estava totalmente insalubre, inclusive com águas acumulada e focos do mosquito da dengue. Nesta ação, aproximadamente 20 toneladas de lixo foram removidas pelos agentes da Comlurb.

O subprefeito da Zona Sul, Flávio Valle, ressalta a importância de ficar atento às solicitações populares para este tipo de operação:

– As denúncias são essenciais para que a gente consiga identificar os problemas e agir o mais rápido possível. Hoje conseguimos solucionar questões de saúde pública e ordenamento antes que se tornassem algo maior. É indispensável a ajuda dos moradores na hora de localizar essas situações. Somos mais eficientes quando nos atentamos aos pedidos da população.

A operação foi organizada após denúncias dos moradores da região sobre o uso irregular do espaço. Entre as principais reclamações estavam mal cheiro, sujeira e aparição de roedores. Durante a ação também foram encontrados e recolhidos diversos eletrodomésticos, como geladeira, ventiladores e fogão, além de pneus.

Também participaram das operações agentes da Guarda Municipal e da Secretaria de Assistência Social.

 

Categoria:

  • 6 de fevereiro de 2024
  • RELATED POSTS

    View all

    view all