A SEMANA AGORA

IFSP começa a monitorar o consumo de energia de seus campi em tempo real – IFSP

February 22, 2024 | by asemanaagora.com.br

O IFSP concluiu a instalação de seis pontos de monitoramento estratégico do consumo de energia elétrica nos campi. A meta é instalar em todas unidades até o final do ano. Os campi São Paulo, São João da Boa Vista, Catanduva, Avaré, Suzano e Guarulhos já podem consultar seu consumo em tempo real pelo Portal de Monitoramento. O portal fornece em ciclo contínuo e em tempo real informações e diagnóstico do consumo de energia elétrica. 

O professor Rafael Rodrigues, do IFSC, explica que o PGEN (Portal de Gerenciamento de Energia das Edificações Públicas) é uma inovação tecnológica que permite o gerenciamento energético inteligente. “Ele é baseado nas informações obtidas dos medidores eletrônicos das concessionárias de energia. Assim sendo, o sistema é construído em plataforma WEB e computação em nuvem, podendo ser acessado de qualquer dispositivo com conexão à internet, por qualquer pessoa, de forma simples e sem a necessidade da instalação de programas específicos”, contou. 

O reitor Silmário Santos enfatiza que a implementação do sistema permite que o IFSP obtenha informações essenciais para respaldar decisões estratégicas e promover o desenvolvimento institucional de maneira sustentável. 

De acordo com Diretor da Agência de Inovação do IFSP (Inova), Eder Sacconi, as unidades que ainda não iniciaram o processo de adaptação podem contatar a Inova e a Diretoria de Infraestrutura e Expansão (DIE) para dar andamento.  A implantação no Instituto é realizada pelos servidores designados nos campi pela direção-geral e articulada pela Inova e a DIE.   

Clique na imagem e confira a apresentação sobre o portal.

 

EnergIFE – O projeto que deu origem ao PGEN, nasceu em 2012 no IFSC Campus Florianópolis, e vem ampliando seu alcance na Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. Isso se deve a uma parceria com o Programa para Desenvolvimento em Energias Renováveis e Eficiência Energética (EnergIFE), do Ministério da Educação (MEC) e com as Centrais Elétricas Brasileiras S.A. (Eletrobrás) por meio do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), que financia o projeto.  

Para mais informações acesse: http://energif.mec.gov.br/ 

RELATED POSTS

View all

view all