A SEMANA AGORA

Passeio em família vira oportunidade para combate à dengue em Nova Iguaçu

March 5, 2024 | by asemanaagora.com.br

Passeio em família vira oportunidade para combate à dengue em Nova Iguaçu




O passeio em família nos shoppings de Nova Iguaçu foi também uma grande oportunidade para cuidar da saúde. Neste sábado (2), muitas delas aproveitaram para aderir ao Dia D da Campanha Nacional de Combate à Dengue e vacinar crianças de 10 e 11 anos, público-alvo nesta primeira etapa, contra a doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Além do Shopping Nova Iguaçu e do Top Shopping, a imunização foi oferecida em outras nove salas de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS).

A bancária Adriana Barbosa da Silva, 50 anos, aproveitou o sábado para unir o útil ao agradável. Levou a filha Beatriz, 11 anos, ao Shopping Nova Iguaçu para passear e ir ao cinema. Mas antes da sessão, elas passaram pela policlínica existente no local para garantir a dose da vacina contra a dengue.

“Ter a possibilidade de vacinar as crianças em um sábado e dentro de um shopping traz uma comodidade muito grande, principalmente para quem trabalha durante a semana. A vacinação é muito importante, principalmente na faixa etária da minha filha, pois está havendo muitos casos de internação”, alertou Adriana.

Já a Maíza do Nascimento, 26 anos, mãe do Felipe Gabriel, que completará 11 anos neste mês, pesquisou na internet os pontos de vacinação da Prefeitura de Nova Iguaçu e descobriu que poderia imunizar seu filho no shopping. Foi a oportunidade perfeita para cuidar da saúde do menino e procurar um presente.

“Ele vai fazer aniversário no dia 12 de março, então vamos aproveitar para passear e procurar um presente. Mas antes viemos aqui para ele tomar a vacina e ficar protegido”, contou Maíza.

Combate ao foco do mosquito

Este ano, o município registrou 1.244 notificações, sendo 503 casos confirmados. Por isso, o Dia D de Combate à Dengue foi marcado não somente pela campanha de vacinação, mas também pelo enfrentamento ao foco do mosquito Aedes aegypti. O secretário de Saúde, Luiz Carlos Nobre Cavalcanti, destaca que as ações de prevenção na cidade são constantes.

“Durante todo ano estamos com medidas preventivas e educativas para orientar a população em como evitar focos de dengue. No verão, quando ocorre o pico da doença, as atividades são intensificadas. É um trabalho contínuo e em conjunto com a comunidade. A vacina chegou, mas os cuidados dentro de casa não podem parar, com cada um de nós precisa ficar de olho para evitar acúmulo de água”, reforça o secretário.

Cerca de 550 agentes de endemias da Superintendência de Vigilância Ambiental em Saúde (SUVAM), órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), percorreram as ruas dos bairros com maior incidência de casos da doença. Eles vistoriaram imóveis comerciais e residenciais, orientaram a população sobre como evitar focos de larvas do mosquito e fizeram aplicação de larvicidas e inseticidas com carros fumacês.

Uma das residências visitadas foi a de Antônio Carlos da Silva, 67 anos, morador da Rua Paraguaçu, na Cerâmica. Mesmo com a piscina de casa sem uso, o aposentado não deixa de cuidar para evitar a proliferação do mosquito. “Faz muito tempo que ninguém entra nela. Mesmo assim, toda semana eu coloco cinco litros de hipoclorito. Se cada um fizer a sua parte, vai diminuir bastante o número de pessoas doentes”, adverte Antônio Carlos.

 

O responsável pela visita foi o agente Mário de Santana. Ele reconheceu o empenho do morador da Cerâmica para evitar a proliferação do Aedes aegypti. “O senhor Antônio Carlos é um cidadão consciente. Não encontrei qualquer foco do mosquito na piscina. Então peço que todos façam como ele e cuidem de suas casas para evitar que mais pessoas adoeçam”.

RELATED POSTS

View all

view all