A SEMANA AGORA

Com limpeza do canal do córrego Prosa, Prefeitura realiza mais uma ação para evitar alagamentos na região da Via Park – CGNotícias

March 13, 2024 | by asemanaagora.com.br

A Prefeitura, por meio de Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) vem realizando ações para extinguir transtornos provocados pelas chuvas em alguns pontos de Campo Grande. Nesta quarta-feira (13) teve início a limpeza do canal do córrego Prosa e da bacia de amortecimento feito entre a Rua Paulo Coelho Machado, Avenida Afonso Pena, Rua Príncipe Ranier e Rua Luiz Alexandre de Oliveira.

Uma escavadeira hidráulica está sendo utilizada para retirar do canal terra e pedras, para devolver o leito natural do córrego Prosa e assim evitar o transbordamento e o alagamento das vias. A previsão é que os trabalhos sejam concluídos nesta quinta-feira (14).

Essa é a segunda obra da Prefeitura na região do Shopping Campo Grande e os resultados da ação anterior já demonstraram ser eficazes. No final do ano passado, foi ativada a bacia de amortecimento do córrego Reveilleau, na esquina das avenidas Mato Grosso e Hiroshima, um investimento de R$ 5,5 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

É a primeira bacia construída no sistema gabião e foi planejada para regular o fluxo de águas pluviais que vão em direção aos lagos do Parque das Nações Indígenas, vindos de bairros localizados acima da bacia, como Carandá Bosque, Mata do Jacinto, Danúbio Azul e Vila Nascente. A bacia tem quatro metros de altura e capacidade para reter até 40 mil metros cúbicos de água da chuva. Desde a ativação dessa bacia, em dezembro passado, não houve mais alagamentos na Via Park, por exemplo.

Outra grande intervenção da Prefeitura foi no córrego Imbirussu, na região do bairro Zé Pereira. Em fevereiro, a Sisep fez o desassoreamento do canal do córrego, numa extensão de 314 metros. Com a obra, houve a solução e a Avenida José Barbosa Rodrigues, que margeia o córrego, interligando a Avenida Euler de Azevedo à Avenida Duque de Caxias, na região da Vila Popular, ficou livre da enxurrada. Para fazer com que o córrego voltasse ao leito normal, uma escavadeira hidráulica foi usada para deixar o canal com três metros de largura com dois metros e meio de profundidade.

Na ponte sobre o córrego Anhanduí, que divide os bairros Jardim Colorado e Jardim Pênfigo, a Sisep também executou uma obra simples que acabou com o drama dos moradores em épocas de chuvas. A água invadia a pista e se acumulava perto da ponte, impedindo a passagem de pedestres, ciclistas e motociclistas pelo local. Com a obra da Prefeitura, a questão foi finalmente resolvida.

RELATED POSTS

View all

view all