A SEMANA AGORA

Grupo de Estudos de Professores Alfabetizadores é retomado com 370 inscritos – CGNotícias

March 27, 2024 | by asemanaagora.com.br

O Gepar (Grupo de Estudos de Professores Alfabetizadores), criado em 2023 pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED), retomou as atividades na noite de terça-feira (26), com 370 inscritos. O grupo é voltado para profissionais dos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental da REME (Rede Municipal de Ensino). O encontro encerra nesta quarta-feira (27), com turmas no período matutino e vespertino, na Unigran.

Em 2024, a novidade é o lançamento do primeiro e-book do Gepar. Os professores serão convidados para escreverem seus relatos de experiências a partir do que foi vivenciado no grupo de estudos.

De acordo com a chefe da Divisão do Ensino Fundamental e Médio da SEMED, Ana Ribas, a previsão de lançamento do e-book é julho. “Nós acreditamos que publicando as práticas docentes da REME, nós podemos influenciar outros professores aqui de Campo Grande, Estado e Brasil também, porque nós temos práticas relevantes que podem e devem ser publicadas nacionalmente”.

Outra novidade para ser aplicada no Gepar neste ano, é a abordagem do processo de ensino e aprendizagem da matemática. “A matemática surgiu também da necessidade dos próprios professores, eles têm essa concepção de grupo de aprendizagem colaborativa e as temáticas nascem dos próprios professores, ou seja, das necessidades, das vivências dos próprios participantes”.

Professora da Escola Municipal Professora Maria Regina de Vasconcelos Galvão, Maria Lucineide da Silva dos Santos, é alfabetizadora do 1º ano. “Eu participei no ano passado e quando soube que teria novamente, eu corri para me inscrever, porque a troca de experiência que temos no Gepar, utilizamos em sala de aula e dá muito certo”.

Joyce Nathalie Rodrigues Franco Martins é coordenadora na Escola Municipal Maestro João Corrêa Ribeiro, mas ano passado participou do grupo como professora. “O Gepar é um grupo excelente porque ele tem trocas de experiências que nos ajudam na prática. Esse ano comecei na coordenação e o grupo dá suporte para que eu possa atender os professores que trabalho”.

Carla Renata Figueiredo, professora da Escola Municipal Licurgo de Oliveira Bastos, participa do Gepar pela primeira vez. “Está sendo muito interessante, porque nós como professores, temos vida atribulada e o grupo coloca a gente para pensar sobre o assunto de maneira coletiva, o que é bom para todos que lidam diariamente com salas de aulas. A alfabetização é um desafio, precisamos formar cidadãos e esse é um processo de construção”.

 

 

 

 

#pratodosverem. A matéria contem três imagens. A primeira é uma imagem de capa onde aparece a profissional que ministra o curso em sala de aula e diversos profissionais assistindo sentados em carteiras. A segunda imagem mostra Joyce, a coordenadora está vestida com blusa rosa e a foto foi tirada em modo retrato. A terceira imagem, é da professora Carla, que está vestida com blusa preta.

RELATED POSTS

View all

view all